A toxoplasmose é uma doença causada por um parasita, o Toxoplasma gondii, ele está presente em gatos e outros animais domésticos e pode contaminar a água, o solo e os alimentos. A infecção em seres humanos ocorre pela ingestão de alimentos contaminados (água, carne, verduras, frutas…), pelo contato com o parasita presente no solo (atividades como jardinagem e cuidados de animais, como remoção de excrementos de pets).

Quando a infecção ocorre, não causa sintomas em até 80% dos casos mesmo na gestante. No entanto, durante a gravidez o parasita passa pela placenta da mãe para o bebê podendo trazer sérias consequências para o feto/recém -nascido, resultando em grande prejuízo de saúde.

Como evitar a toxoplasmose?

Toda prevenção da Toxoplasmose está ligada aos cuidados de higiene pessoal e do preparo de alimentos. Além, de evitar atividades que levem a exposição da gestante ao parasita:

  • SEMPRE beba água tratada, filtrada, em qualquer ambiente.
  • EVITE ao máximo atividades como jardinagem e se não for possível use luvas e lave bem as mãos;
  • HIGIENIZAR bem alimentos consumidos in natura (lavar com água e sabão e deixar de molho em Hipoclorito de Sódio) frutas, vegetais antes de consumi-los;
  • NÃO consumir  carne crua ou mal cozida e higienizar bem as mãos com água e sabão ao manusear carne crua, enquanto cozinha. Evite contato com mucosas (boca, olhos).
  • Tábuas de corte, facas, balcões e pia devem ser lavados após a preparação dos alimentos.
  • EVITE animais, mesmo os domésticos, durante a gestação, mantenho-os vermifugados.
  • MANTER o local dos dejetos dos animas limpos e lavados diariamente, isso reduz a contaminação do ambiente.

Como rastrear?

O Toxoplasma é muito prevalente (comum) no nosso país e assim, também é com a Toxoplasmose, por isso o ideal é que TODA mulher que deseja engravidar procure o médico para solicitar o rastreamento, que é feito através de exames de sangue,  chamados sorologias.

  • Quando uma mulher é SUSCEPTÍVEL, significa que nunca teve Toxoplasmose antes, então deverá passar a adotar as medidas de prevenção de infecção antes de tentar gestar.
  • Toda gestante que não fez rastreamento para Toxoplasmose antes, deverá adotar as medidas de prevenção até saber dos resultados de seus exames, se SUSCEPTÍVEL, irá manter a medidas higiênicas e dietéticas e irá repetir esses exames durante a gestação a cada 02- 03 meses.

Como tratar?

Quando a doença é diagnosticada na gravidez, o tipo de tratamento utilizado é baseado na idade gestacional no momento do diagnóstico.

Se a Toxoplasmose for adquirida nas fases iniciais da gravidez a mulher passará a utilizar medicações específicas para PREVENIR a infecção do bebê, e no momento oportuno, deverá realizar exames especiais para rastrear a infecção do feto, que mesmo com o tratamento preventivo poderá ocorrer. A pesquisa da infecção do bebê é realizada a partir do líquido amniótico, coletado através de AMNIOCENTESE, quando a gestação está de 18 semanas para a frente. Se confirmar que o bebê foi infectado as medicações mudam e passam a TRATAR o feto.

Naquelas gestações em que a infecção ocorre tardiamente, após 32 semanas de idade gestacional, o bebê já deverá ser tratado.

E quanto ao parto e cuidados ao nascimento?

A Toxoplasmose na gestação, mesmo ao infectar o bebê, não interfere no tipo do parto, se normal ou cesariana. No entanto, o bebê precisará de uma acompanhamento especial ao nascer e nos primeiros anos de vida.

Fonte: Andrade JQ, Amorim Filho AG, Francisco RP. Toxoplasmose e gravidez. São Paulo: Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (FEBRASGO); 2018. (Protocolo FEBRASGO – Obstetrícia, no. 67/ Comissão Nacional Especializada em Medicina Fetal).